Apoio:

Associação Comercial, Industrial de Agropecuária de Ouro Preto







Cartões Visa







Fundação de Arte de Ouro Preto







 

Apresentação Itacolomi | Natureza e passeios | Atrações do parque | voltar a Ouro Preto


Texto: Lana Sassaki
Fotos (exceto as creditadas): Marcelo JB Resende


Encoberto por uma densa névoa, o Pico do Itacolomi impõe um ar místico ao cenário histórico de Ouro Preto e Mariana. Em tupi guarani, o nome quer dizer "a pedra e o menino" (ITA - CORUMI). Para os índios, o pico era visto como o "filhote" da montanha. É fácil perceber isso: uma pedra imensa, com outra menor ao seu lado.


As quatro horas de caminhada proporcionam um contato direto com a natureza
As quatro horas de caminhada proporcionam um contato direto com a natureza

Lago na reserva São José do Manso
 

Muito antes da chegada dos primeiros exploradores, por trás das metáforas e crenças indígenas, o Itacolomi parecia aguardar a hora de se tornar o marco mais importante do alvorecer do ciclo do ouro. Após o seu descobrimento nunca mais a história de Minas Gerais e do Brasil seria a mesma.

Há dúvidas sobre quem descobriu a primeira pepita do precioso metal. A região onde se localiza o parque foi palco de várias expedições, como as de Bartolomeu Bueno da Siqueira e Antônio Rodrigues Arzão. Provavelmente a primeira bandeira a realmente encontrar ouro foi a de Duarte Lopes, no final do séc. XVII. Acredita-se que um integrante de sua expedição tenha achado escuras pedras nas margens do vale do rio Tripuí (água veloz, em tupi). Levadas para o Rio de Janeiro descobriu-se ser ouro do mais puro quilate, coberto por uma fina camada de óxido de ferro. Daí sua aparência escura.

Marco do eldorado na região, o pico serviu como referência geográfica às várias bandeiras que partiram em busca das minas de ouro negro. Graças à sublime visão proporcionada pelo Pico do Itacolomi, o bandeirante Antônio Dias de Oliveira conseguiu localizar o idílico vale do Tripuí, em 1698. Lá estava ela, a Pedra e o Menino, o Ita-corumi. Nascia Vila Rica, a cidade que não teve infância... Nascia Mariana, a primeira capital... Nascia Minas Gerais... E o Itacolomi testemunhou tudo.

O Parque Estadual, que revela alguns segredos sobre o eldorado e muitas histórias de Minas Gerais, hoje é uma rica fonte de estudos e pesquisas. Expedições do ouro há muito tempo deram lugar às expedições de pesquisas, como a dos naturalistas bávaros Spix e von Martius (1818). Além de importante ponto turístico, atrai a curiosidade de especialistas de todo o mundo. A impressão que o turista tem, quando atinge o pico nas primeiras horas do dia, é que de repente a densa névoa vai se dissipar, trazendo de volta a velha Vila Rica e seus personagens históricos.

  Belas paisagens são um incentivo à subida Chegada ao topo - Itacolomi visto de perto

Uma bela panorâmica das montanhas de Minas

Apresentação Itacolomi | Natureza e passeios | Atrações do parque | voltar a Ouro Preto

Parque Estadual do Itacolomi

Revista Idas Brasil Ltda.. Todos os direitos reservados.
Reprodução pública somente com autorização.

 





Anuncie

Página inicial

Fotos de Minas

English version

Version française

Clique aqui

Clique aqui

Clique aqui

Clique aqui

Clique aqui